Regina Duarte ganha cargo no governo para não ficar ‘desamparada’

Regina Duarte ganha cargo na cinemateca brasileira
Regina Duarte ganha cargo na cinemateca brasileira. Foto: Reprodução/CNN

Depois de muitas idas e vindas, e de uma saída discreta da secretaria de Cultura, Regina Duarte ganha cargo no governo. O fato de ela deixar o cargo já era esperado. Aliás, a FOLHA adiantou a estratégia da atriz numa matéria publicada na terça-feira (19). No entanto, a garantia de uma boquinha no Governo Federal surpreende.

Dessa forma, ela sai do cargo, mas não rompe com o governo. Deve assumir a Cinemateca Brasileira, arquivo audiovisual, com imagens e algumas relíquias da história do cinema e produção de TV no Brasil e na América. Em vídeo publicado no Instagram, ela fez a mudança de cargo parecer uma promoção, apesar de todos saberem que, de fato, é um rebaixamento de cargo – dos grandes.

O processo de ‘fritura’ como ficou conhecido o processo pelo qual Bolsonaro acaba forçando seus ministros a pedirem demissão começou logo no início da gestão de Regina. Os dois não concordavam com demissões e novos cargos distribuídos pela estrela Global. O Presidente da República chegou a, sem consultar a atriz, recontratar uma das pessoas que ela havia demitido. Apesar disso, voltou atrás da decisão horas depois, ao ver a repercussão negativa.

‘Desamparada’

Mediadora na relação entre Regina e Bolsonaro, a Deputada do PSL, Carla Zambelli, disse em entrevista à CNN que o presidente deu o cargo de direção da Cinemateca Brasileira à atriz para não deixá-la ‘desamparada’. Afinal, Regina abandonou um contrato fixo na Globo para assumir a secretaria de cultura do Governo, dois meses atrás.

Agora, Regina Duarte ganha cargo no Governo Federal, ainda que já receba dinheiro público há vinte anos. O pai dela era militar e a atriz recebe uma pensão no valor de R$6.843,34, de acordo com o Estado de S.Paulo. Dessa forma, a atriz já tem ganhos advindos do poder público e, agora, acumula mais uma renda paga pelo governo.

O sucessor de Regina

Em entrevista à CNN, o ator Mario Frias, estrela de Malhação, chegou a dizer que tinha as credenciais e contatos necessários para comandar a secretaria. Dessa forma, ele seria um dos cotados para assumir o cargo, que já foi ocupado por quatro pessoas, contando com Regina.

Aliás, a Cultura tem sofrido grandes golpes do Governo Bolsonaro. Afinal, ele até extinguiu o Ministério da Cultura, logo que montou seu governo – promessa de campanha, por sinal. Regina Duarte deixa a secretaria de Cultura e mostra que a pasta é realmente um problema para o governo federal.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente 

Fechar Menu