Daniel apresentou sintomas de coronavírus no BBB

Daniel apresenta sintomas de coronavírus no BBB20
Daniel apresenta sintomas de coronavírus no BBB20. Foto: Reprodução/Globoplay

Pouco antes de serem alertados sobre o coronavírus, Daniel apresentou sintomas da doença COVID-19. Ele reclamou com os colegas de dores no corpo, fadiga e febre. Ele ainda disse que seus olhos irritados e vermelhos.

“Será que foi do desodorante ontem?”, perguntou Mari sobre os sintomas do brother, ao lembrar da brincadeira com espuma e depois desodorante que eles fizeram depois da festa de sexta-feira (13).

Mais tarde, Marcela questionou a presença dos médicos na casa: “Mas se você está com febre, não tem como não ser nada. Tem que pedir para eles verem isso direito!”, protestou a sister.

Depois disso, quando Tiago deu a notícia para os confinados sobre o coronavírus, o apresentador já revelou que nenhum dos brothers estava infectado com a doença.

“O problema de vocês é outro. É cachaça, é não dormir direito, é não comer direito!”, afirmou o apresentador, após Pyong afirmar que estava com coisa.

Depois que todas as possibilidades de coronavírus dentro da casa foram descartadas, foi Thelma quem encontrou uma resposta para o mal-estar entre vários dos participantes.

“Um problema sério é esse choque térmico que a gente entrando e saindo daqui!”, alertou a médica, por causa da diferença de temperatura entre a área externa e interna da casa, já que o interior é climatizado com ar condicionado.

Um médico foi levado para dentro do BBB com o objetivo de alertar os participantes sobre os cuidados extras que todos terão a partir de agora dentro e fora da casa. Os participantes também ficaram sabendo da ausência da plateia nos paredões sempre às terças-feiras.

Assista ao vídeo em que Daniel apresentou sintomas do coronavírus

Cuidados

Com mais de 200 casos em 20 dias, o Brasil vive a chegada da pandemia mundial. O tratamento se resume a cuidar dos sintomas, como febre e coriza. É importante manter distância de pessoas que fazem parte dos grupos de risco, como idosos acima dos 60 anos, pessoas que sofrem com doenças respiratórias e fumantes, em que a taxa de mortalidade é maior.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente 

Fechar Menu