Negócios não param! André Marques deixa empresa com máscara e luvas por causa da COVID

André Marques deixa empresa
André Marques deixa empresa com equipamentos de segurança. Foto: AgNews

No meio da pandemia do coronavírus, os açougues não param, afinal, são um serviço essencial. Enquanto isso, André Marques deixa empresa com máscara e luvas sempre que precisa ir em sua casa de carnes, no Recreio dos Bandeirantes. A loja da zona oeste do Rio de Janeiro é uma boutique no que se refere a cortes e peças especiais.

Dando exemplo no que se refere às recomendações das autoridades, ele usou os equipamentos de proteção. Aliás, ele também cumprimentou o segurança que fica na rua com o cotovelo, como também é indicado.

Todos os movimentos do apresentador foram clicados por um paparazzo que acompanhava sua saída do trabalho. O fotógrafo registrou um fato importante: André tem cumprido o que preta no É de Casa. O matinal da Globo tem feito uma campanha intensa a respeito dos métodos de prevenção ao coronavírus, portanto, é esperado que os membros da equipe deem o exemplo.

Compromissos fora de casa

Assim como André Marques deixa empresa de máscara e luvas, é comum que algumas celebridades precisem deixar o isolamento para cumprir atividades essenciais, como ir ao mercado ou passear com o cachorro. Eventualmente, alguns também saem para se exercitar pelas ruas ou mesmo para surfar, como foi o caso de André Resende, marido de Isis Valverde.

Ainda assim, não recomenda-se, em hipótese alguma, festas e encontros com amigos e familiares, principalmente os que estão no grupo de risco da doença.

Coronavírus

O Rio de Janeiro, onde fica a casa de carnes de André Marques, é um dos epicentros do coronavírus no Brasil. A cidade já conta quase dois mil mortos pela doença e chegou a sofrer com a temida falta de leitos de UTI. Agora, mais de 90% das vagas na unidades de tratamento intensivo estão ocupadas na Cidade Maravilhosa.

Apesar de o número de casos ser menor, a cidade tem um sistema de saúde menor que o de São Paulo, por exemplo. Afinal, a capital paulista ainda tem 10% dos seus leitos disponíveis. A situação não é boa, mas menos ruim do que a do Rio de Janeiro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente 

Fechar Menu